A clareira Part. 1

“Como sempre, estou aqui observando as pessoas, vejo como todos andam de pressa, de um lado para o outro, celulares, conversas vazias, amigos que não são amigos, falsos romances, e eu aqui do lado de fora observando, isso que sou apenas uma observadora, alguém que não consegue juntar se ao meio disso tudo, talvez eu esteja, mas me pergunto isso e realmente necessário?Não, eu não tenho motivos para correr, não tenho motivos para ter medo, estou aqui sem motivos, eu simplesmente estou aqui preenchendo um lugar neste mundo”

– Dominic, cade você? – uma voz de longe o chamou, – estou aqui pai- um senhor barbudo com uma cara bem nervosa aproximou-se , e o marcou exatamente no rosto, cinco dedos formou em sua pele morena clara, ele abaixou a cabeça – já te disse para largar este curso de merda e ir fazer alguma coisa de homem- Dominic morava com seu pai e com seu meio irmão, e sua madrasta – pai não vou sair de la- o pai pegou um dos copos que estava encima da mesa e jogou nas costas do jovem Dominic, – por sua culpa estamos vivendo assim, você deveria trabalhar seu vagabundo, largar estes livros e desenhos que não te levaram a nada, isso não trás dinheiro- essas eram as palavras que ele escutava todos os dias, Dominic saiu batendo a porta, ” quase todos os dias ele seguia para o cemitério onde descansa o corpo de sua mãe, passa horas chorando , depois acende um cigarro e caminha de volta pra casa”
“Minha vida nunca foi fácil, quem me ver por ai pensa que sou um garoto mimado, mas na verdade eu sou apenas a sombra da infelicidade, minha mãe faleceu quando eu tinha meus 12 anos,mas depois disso meu pai trouxe uma jovem mulher para dentro de casa, ela tinha apenas 28 enquanto meu pai tinha seus 46, eu fiquei em choque com a situação, hoje tenho meus 21 anos e meu meio irmão 12 , eu sou como a ovelha negra da família, recebo o dinheiro que minha mãe deixou para mim, e com ele pago meu curso, uma vida sofrida que eu sempre disfarço com sorrisos.”

Na manha seguinte

 Minha rotina sempre e esta, enquanto os outros alunos vem para a escola de carro, eu venho andando, sempre entro em uma livraria que e junto com cafe que tem ao lado da escola de artes, neste dia entrei e avistei uma garota na mesa nos fundos, alem de seu lindo cabelo dourado algo me chamou atenção, o livro que estava em suas mãos, “sangue de lobo” um livro que marcou minha vida, que me fez superar minhas dores, não que ele seja um livro de auto ajuda, não tem nada haver, mas em 500 paginas me fez  viver de maneira diferenciada, minhas lembranças, foram interrompidas pelo atendente -posso ajudar?- peguei um copo de cafe e me sentei na mesa de frente para a da bela moça do livro, a unica coisa que nos separava era uma estante enorme cheia de livros de ficção, mas fiquei observando ela por uma pequena greta entre os livros,não tinha como ela me ver, apenas eu a observava, o que mais me chamava atenção era que todos que eu já conhecera nunca tinha ouvido falar deste livro, fiquei sentado olhando ela por uns 5 minutos, ate que ela se virou em minha direção e nossos olhares se encontraram, me assustei e ao mesmo tempo me encantei com aqueles olhos cor de mel, eu me levantei rápido, joguei o copo na lixeira e segui para a escola, meu dia se resumiu em ficar pensando na moça do livro. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s